fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Do Alto da Torre

CLDF eleva o tom com o Executivo

Trata-se de um recado claro: ou o Buriti muda de postura junto ao Legislativo local ou a configuração da Casa irá mudar

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

A relação entre os poderes no Distrito Federal não anda nada boa. Foi decidido na Câmara Legislativa que nada do Executivo será votado em plenário esta semana. Trata-se de um recado claro: ou o Buriti muda de postura junto ao Legislativo local ou a configuração da Casa irá mudar.

Perdendo forças

Além de o descontentamento afetar futuras votações, o conflito entre poderes pode murchar o bloco da Base, com sete membros. Ao menos dois distritais já estudam a possibilidade de deixar a composição por entenderem que outros blocos teriam maior força de negociação. Um dos distritais foi irônico: “o Centrão é mais base do que a gente”.

Desgaste presidencial

O referido Centrão, também com sete integrantes, no entanto, continua insatisfeito com “promessas não cumpridas” e prometeu endurecer o tom junto ao palácio. A estratégia deve ser definida em um almoço hoje. O mais afetado com todo este clima, porém, tem sido o partidário do governador Ibaneis Rocha e presidente da CLDF, Rafael Prudente (MBD), que não anda satisfeito.

UBS no Sol Nascente

Com apenas uma Unidade Básica de Saúde (UBS), o Sol Nascente deve receber duas novas estruturas. Além da licitação, já em vigor, para a construção de uma UBS, em uma das regiões mais carentes do DF, o governador Ibaneis Rocha (MDB) pediu ontem, em um encontro rápido, para que o administrador do local, Goudim Carneiro, defina o local para a construção de um segundo equipamento na região.

Plano traçado

No plano de entrega de novas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), o IGES-DF resolveu seguir um ensinamento do filósofo e pensador político Nicolau Maquiavel, para quem os bons resultados deveriam ser entregues à população aos poucos. As sete novas UPAs que devem ser construídas serão entregues pelo instituto uma de cada vez.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Precisando de reformas

Com a intenção de transformar o Real Brasília Futebol Clube em uma potência esportiva de Brasília, Felipe Belmonte tem investido pesado no time, mas cometeu um erro justamente na reinauguração do estádio do clube no domingo (1). No jogo de estréia o clube ofereceu uma estrutura precária à imprensa que marcava presença. Para cobrir o jogo, os repórteres foram instalados em um andaime com quatro metros de altura e uma escada vertical.

Nome antigo

A indicação da nova secretária da Pessoa com Deficiência do GDF, Roseane de Freitas, conhecida como Rosinha, foi acordada entre o distrital Iolando Almeida (PSC) e o governador Ibaneis Rocha (MBD) na semana passada. O nome foi sugerido pelo deputado que usou a ligação de Rosinha com a ministra Damares Alves, para emplacar o nome. Só que a estrutura da pasta ainda deixa a desejar.

Orçamento

Na sessão de hoje do Congresso Nacional para apreciação dos vetos ao orçamentos, alguns deputados do DF já têm seus votos definidos, enquanto outros estão à espera da orientação dos seus partidos. As deputadas Celina Leão (PP-foto) e Erika Kokay (PT) votarão pela derrubada do veto, enquanto Bia Kicis (PSL), é a favor da manutenção. Já Israel Batista (PV) e Flávia Arruda (PL) vão se reunir amanhã antes da sessão para decidir como votar. “Cada cidadão que fiscalize o parlamentar em quem votou”, disse Celina para justificar o seu voto pela derrubada.

Mãe é mãe

O secretário de Segurança do DF e delegado da Polícia Federal, Anderson Torres, conhecido por sorrir pouco e ser uma pessoa de gestos contidos, transformou-se ontem ao ver sua mãe, Amélia Torres, entrar na cerimônia que comemorou o mês da mulher para entregar um buquê de flores à primeira-dama Mayara Noronha. O sorriso raro abriu-se, e o delegado austero deu lugar ao filho orgulhoso.

Preocupante ameaça

O deputado Fábio Félix encaminhou à Delegacia Especial de Repressão aos Crimes por Discriminação (Decrin/PCDF) uma denúncia preocupante. Chegou ao deputado uma postagem nas redes sociais onde alguém dizia que estava em um estande de tiro “se preparando” para matar homossexuais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na publicação denunciada, um usuário do Facebook mostra uma foto apontando com o revólver contra um alvo no estande com a legenda “eu e meu primo treinando para matar viados”. De acordo com o deputado, a publicação chegou a ele por meio de um grupo de apoio aos transsexuais, que estavam preocupados com o conteúdo do post.

A denúncia foi entregue à Decrin no último dia 20, não havendo ainda manifestação da delegacia sobre o caso. Fábio Félix afirmou que acredita que a falta de pronunciamento da Decrin seja em função do momento da denúncia, que ainda está no início da apuração.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade