fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Do Alto da Torre

Autoridades depõem como testemunhas no caso da Operação Drácon

Autoridades e figuras conhecidas no meio político do Distrito Federal prestaram um depoimento considerado “tranquilo”

Lucas Valença

Publicado

em

PUBLICIDADE

As testemunhas do caso da Operação Drácon que depuseram na 8ª Vara Criminal de Brasília, na segunda (10), como adiantou a coluna, são autoridades e figuras conhecidas no meio político do Distrito Federal. Eles prestaram um depoimento considerado “tranquilo”, mas o caso não parece estar perto de se encerrar.

Rol de estrelas

Foram chamados para lembrar fatos passados o atual vice-presidente do Legislativo local, Rodrigo Delmasso; o coordenador da Polícia Legislativa à época, Washington Borges; o conselheiro do Tribunal de Contas do DF, Márcio Michel; o reconhecido técnico da CLDF, Paulo Nappo, e o ex-articulador político na gestão passada, José Flávio (foto).

Traçando a estratégia

A derrubada, na terça (11), de três vetos ao projeto do Desenvolve-DF (antigo Pró-DF) tem preocupado integrantes da Secretaria de Desenvolvimento Econômico que já agendaram uma reunião na próxima segunda (17) com o responsável pela Articulação Política, Bispo Renato Andrade, para traçar a estratégia que o governo irá adotar.

Preservando a essência

Os quatro vetos faltantes são os que mais preocupam técnicos e servidores da pasta econômica. Ontem, tinham marcado para impor a derrota ao governo, mas a votação foi adiada por baixo quórum do plenário. Integrantes da secretaria temem, no entanto, que a derrubada de alguns dos vetos possa abrir caminho para interesses “nada republicanos”.

Quadro da CPI

A Mesa Diretora da Câmara Legislativa definiu parte dos servidores que devem atuar na CPI do Feminicídio.  Esta primeira leva, no entanto, contemplou sugestões de nomes vindas da oposição. Fábio Felix (Psol) chegou a indicar dois técnicos, Arlete Sampaio (PT) um, e o distrital Leandro Grass (Rede) mais uma servidora. O quinto funcionário da Casa acabou sendo escolhida pelo integrante do
Centrão, Eduardo Pedrosa (PTC).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em clima de sossego

O Centrão da Câmara Legislativa só deve voltar a se movimentar com mais força depois do carnaval, com exceção da votação que procura alterar a destinação do SIG. Antes do pequeno recesso, os distritais do bloco garantiram a apreciação da matéria nas comissões da Casa e, se levado ao plenário, na votação final.

Festa em comum

Foto : divulgação

No centro de uma disputa política e de versões, que envolve a possível privatização da companhia, a CEB Distribuição S.A. recebeu ontem o Prêmio Aneel (agência reguladora do setor) de melhor concessionária de distribuição do Centro-Oeste. Comemoraram a diretoria e os trabalhadores.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade