Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Esplanada

Decisão do STJ em caso de feminicídio salva o País de banalização do crime

O caso abriria um precedente perigoso para as defesas de covardes como o inquirido

Por Leandro Mazzini 18/11/2019 4h02
Foto: Agência Brasil

Leandro Mazzini
[email protected]

O ministro Rogério Schietti Cruz, do Superior Tribunal de Justiça, prestou há dias um serviço ao País que sofre diariamente com casos numerosos – e inaceitáveis – de feminicídio.

Rejeitou um recurso especial da defesa de um homem acusado de matar a mulher por estrangulamento. O cara de pau alegou legítima defesa da sua honra, após ser alvo de suposto mau comportamento da mulher.

Se obtivesse ganho de causa, o caso abriria um precedente perigoso para as defesas de covardes como o inquirido.






Você pode gostar