Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Conheça a mostra “Meu.coração.queima”, do arquiteto Jeferson Branco para a Casa Cor Santa Catarina 2021

Sustentabilidade e harmonia em uma casa tipicamente brasileira

Conheça a mostra “Meu.coração.queima”, do arquiteto Jeferson Branco para a Casa Cor Santa Catarina 2021 Fotos: Divulgação/NB Press

Olá! Essa semana me chamou a atenção uma mostra de decoração lá no Sul do nosso país e achei fantástico compartilhar as ideias desse ambiente para vocês.

Estou falando do espaço assinado pelo Arquiteto Jeferson Branco para a Casa Cor Florianópolis 2021, nomeado de Meu.Coração.Queima.

Em um espaço de 51m2 ele criou um estúdio integrado com sala cozinha e suíte, que desperta aquela sensação de nostalgia, carinho e acolhimento com uma simplicidade característica da casa brasileira.

Sobre sua inspiração para a criação do ambiente ele diz: “Projetamos o palco para a vida. Sou apaixonado por criar espaços inspirados na natureza e no comportamento sociocultural do povo brasileiro porque seus diferentes tipos de beleza são ferramentas para projetos que constroem memórias”.

Na leitura desse espaço, vem à tona a questão da sustentabilidade no projeto de decoração, assunto que vem crescendo cada dia mais e que é fundamental nossa conscientização.

A decoração sustentável pode ser bem divertida e bem mais em conta que outros estilos, além de contribuir para poupar os recursos naturais. Ponto que o Arquiteto quis passar: a sua indignação com a desvalorização dos bens naturais e o extrativismo desenfreado.

Quando falamos de decoração sustentável, levamos em consideração três pilares para a concretização do projeto: reutilização, redução e reciclagem. E foi exatamente isso o que Jeferson conseguiu exemplificar, com maestria, em sua mostra.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ele resgatou memórias afetivas da casa da avó e dos pais com escolha de objetos reutilizados como por exemplo, espelhos de moldura laranja, xícaras e pratos, filtro de barro, amendoeira, rede de palha.

O reaproveitamento de objetos da muito mais personalidade na decoração transformando em um ambiente único e sofisticado.

Assim, é possível reduzir custos dentro de casa sabendo reutilizar e reciclar materiais, dando, inclusive, novas formas de uso.

Esse espaço representa muito bem o estilo de decoração high-low. Esse estilo surgiu no mundo da moda lá nos anos 90 e vem incorporando o mundo da arquitetura e design de interiores desde então.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

É um estilo que harmoniza peças simples com peças mais elaboradas, o caro com o mais barato mescladas em um mesmo lugar. Esse conceito de decoração oferece estética à casa e economia para o morador.

Hoje vemos muita essa tendência nos lares brasileiros.

Sobre isso, a fim de definir seu projeto, Jeferson acrescenta: “Norteado pelo conceito geral da mostra, “A casa original”, este projeto quer traduzir a verdadeira casa brasileira de hoje em dia, onde elementos de decoração tradicionais protagonizam no ambiente lado a lado com acabamentos de alto padrão, contraste que retrata a desigualdade social e descaso com essas questões que o país enfrenta”.

Ao visitar a mostra, você consegue ver os itens da decoração da cultura popular brasileira como as plantas Espadas de São Jorge e o tapete de sisal, por exemplo, em contraste com produtos de alto valor.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Veja que sensacional o uso do filtro de barro!! Esse é um produto 100% brasileiro o qual devemos ter muito orgulho.

Você sabia que ele foi eleito como o melhor sistema de filtragem de água do mundo?

E, mais, um símbolo de sustentabilidade extremamente econômico.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nesta mostra ele ficou perfeito na bancada da cozinha em perfeita harmonia com os tons terrosos e azuis que o arquiteto usou para todo o espaço.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os tons terrosos estão super em alta e ficam perfeitos para dar um ar mais natural e harmonizam perfeitamente com materiais sustentáveis como a madeira certificada, pedras, plantas, fibras naturais.

Veja que linda essa combinação da rede, em fibra natural, com a parede texturizada, o verde da planta e a madeira da persiana.

Ótima sacada foi a divisória de Cobogó, por ser vazada ela fica perfeita para delimitar espaços sem causar a diminuição deles. Também ficou em absoluta harmonia com o armário da cozinha integrada.

Por fim, todo o charme das plantas no banheiro. Adoro!!

Serviço:
Estúdio Manifesto “Meu.Coração.Queima”
assinado pelo escritório do arquiteto Jeferson Branco de Itajaí/SC.
CasaCor Florianópolis 2021, Espaço +UM, Santo Antônio de Lisboa. De 19/07 a 29/08. Terça à sábado: 13h às 21h e domingos: 13h às 19h.








Você pode gostar