Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Dicas para você preparar a casa para seu pet

Veja como criar um ambiente seguro, funcional e lindo para seu pet

Dicas para você preparar a casa para seu pet

Vamos falar de um assunto fofo? Essa semana eu escolhi esse tema para passar dicas para quem está querendo adotar um bichinho. Como podemos preparar nossa casa para receber nosso pet com alegria e segurança.

Para quem não sabe, o termo “pet”, que vem do inglês, significa animais de estimação. Usamos para todos os bichinhos que podem conviver com nós, cachorro, gato, passarinho, furão, hamster, coelho, até cavalo, sabia?

Ter um pet em casa ajuda aumentar nossa qualidade de vida, inclusive já foi comprovado cientificamente vários benefícios como, por exemplo, a redução do estresse, combate a depressão, união da família. Sem contar o quanto é bom para as crianças.

Mas para que essa convivência seja boa e produtiva, é essencial que você atente para essas dicas que vou passar.
A primeira delas é sobre a escolha do seu animalzinho de acordo com o espaço que você tem para oferecer para ele. É extremamente importante que haja um respeito com as características do seu pet para que ele não sofra e nem lhe cause também um transtorno que poderia ser evitado.

Se você mora em apartamento, por exemplo, e quer um cachorro procure pesquisar bem as necessidades dele para ver o porte ideal do cãozinho para seu ambiente. Não é nada legal ter um cachorro de porte grande, que adora correr, em um apartamento pequeno.

Também para quem mora em apartamento não esqueça de se informar sobre as regras do seu condomínio em relação aos pets.

Feito todo esse estudo preliminar e definido seu bichinho, é hora de preparar sua casa sem perder a beleza e estética da sua decoração.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Qualquer cantinho pode ser adaptado para receber seu pet.

Se você optou por um cãozinho, prepare um espaço para ele. É legal que ele tenha um lugar para dormir, outro para comer e outro, ainda, para as necessidades dele. Isso vale para os gatinhos também.

Você pode comprar uma caminha em um Petshop, existem uma infinidade de opções, ou até mesmo adaptar um móvel. Por exemplo, você pode reformar uma mesinha de cabeceira antiga, tirando as gavetas e colocar um colchãozinho para ele dormir. Uma ideia interessante é deixar na sala, do lado sofá, servindo como mesa de apoio também.

Lembre-se de colocar os potinhos de água e comida bem longe de área de circulação!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Organize todos os apetrechos dele, toalha, coleira, ração, brinquedinhos… de acordo com a sua rotina para que tudo fique muito prático e funcional, fazendo com que a tarefa de cuidar do seu cãozinho ou gatinho fique bem fácil e prazerosa.

Dê uma atenção especial para seus móveis, principalmente os sofás. Em alguns casos é legal trocar os revestimentos por tecidos lisos que não acumulem pelos e também não desfiem. Algumas sugestões são: o couro, lona, vinil, tecidos impermeáveis como o acquablocks. São super fáceis de limpar!

Você pode sim ter tapetes em casa, mas procure por peças que possuam texturas mais resistentes para que não desfiem ou rasguem.

Atenção redobrada aos itens de segurança!!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Se você mora em apartamento invista nas telas de proteção nas janelas e varandas, ainda mais se você tiver um gatinho. Esses bichinhos são muito curiosos, nunca se esqueça desse detalhe.

Outro item importante para observar é o piso. Piso muito lisos podem ser muito escorregadios para eles causando até doenças nas articulações dos cãozinhos. O porcelanato e o vinílico são ótimos, por exemplo, além de serem fáceis de limpar e não absorverem a urina deles.

Atente para a altura dos móveis como sofás e camas. Dependendo do porte do seu cão, é interessante criar um degrau para ele conseguir subir e descer com facilidade sem se machucar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ainda sobre segurança, esconda toda a fiação elétrica, guarde bem os produtos de limpeza e pesquise sobre suas plantas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Algumas plantas são venenosas para os pets: Comigo-ninguém-pode (Dieenbachia spp); Costela de Adão (Mostera deliciosa); Jiboia (Scindapsus aureus); Espada de São Jorge (Sansevieria Trifasciata); Bico de papagaio (Euphorbia Pulcherrima); Azaleia (Rhododendron spp); Filodendro (Philodendron).

Para quem gosta de gatinhos, invista em prateleiras para eles brincarem com alguns obstáculos, mas sem usar objetos de decoração frágeis que possam causar acidentes

Quem quiser, pode investir também, em móveis personalizados. Está super na moda a instalação de dogs-showers. Um lugarzinho que você pode montar com um chuveirinho para dar banho no seu pet. Você pode instalar na sua área de serviço, quintal, garagem ou canil.

Você também pode investir em móveis sob medidas já planejando os nichos para seu pet. Uma caminha de baixo da bancada, lugar para a água e comida, um armário para organizar os objetos e brinquedinhos deles.

Tenho certeza que seu pet vai amar essas dicas. Agora é só preparar a casa!!

Ótima semana!!








Você pode gostar