Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

“Sempre que eu corria atrás dos padrões (de beleza), eu ficava infeliz”, afirma Vice Miss Universo, Julia Gama

A modelo confessou que já teve uma autoestima muito baixa, mas aprendeu a gostar de si mesma

Por Analice Nicolau 27/01/2022 2h00
A modelo confessou que já teve uma autoestima muito baixa, mas aprendeu a gostar de si mesma

Se tem uma pessoa do mundo da beleza que tenta quebrar os padrões e levar uma mensagem de positividade para o mundo é Julia Gama. Isso porque a própria Vice Miss Universo já sofreu com os padrões de beleza. Hoje, ela trabalha como modelo, atriz e ainda tenta dar apoio em causas sociais, além de sempre incentivar os fãs a se aceitarem como são.

Quem vê Julia Gama nos palcos e passarelas, nem imagina que a morena nunca teve a intenção de trabalhar com a própria imagem, muito pelo contrário. A modelo estava cursando Engenharia Química no Rio de Grande do Sul, quando a melhor amiga a inscreveu em um concurso de beleza, onde ela ganhou o primeiro lugar.

“Foi um desafio porque eu nunca tinha usado um salto alto, maquiagem. Era tudo muito novo pra mim e eu aceitei porque tinha uma autoestima muito baixa e queria aprender a cuidar de mim, saber me arrumar mais. Acabei me surpreendendo ao ganhar o concurso, a partir disso eu comecei a estudar teatro para me desinibir porque eu era muito tímida”, relembra a Miss.

A troca de profissões rendeu muitos frutos para Julia. Ela ganhou o Miss Mundo Brasil em 2014 e o Miss Universo Brasil em 2020, além de ter ficado em segundo lugar no Miss Universo de 2022. A modelo chegou a trabalhar como atriz na China e ajudou várias causas sociais pelo mundo, como a luta contra a hanseníase.

Outra coisa que Julia tenta fazer é ajudar as pessoas a se amarem como são. Já tendo passado problemas com o próprio corpo, ela afirma que é importante se aceitar. “A indústria está sempre tentando impor os padrões [de beleza]. Sempre que eu corria atrás desses padrões, eu ficava infeliz porque não eram os padrões naturais do meu corpo. Isso refletia no meu trabalho, quando eu aceitei o meu corpo e minha estrutura, isso tornou tudo mais fácil”, disse a modelo.

Hoje, a dica de beleza que Gama tem para dar é: “celebre quem você é”. Ela afirma que não há nada mais bonito que uma pessoa autêntica e feliz, por isso incentiva sempre o público a se aceitar. “O que mais é atraente é como cada um de nós somos únicos. Conheça quais são os seus pontos fortes, abrace e valorize eles. Não tente imitar ninguém”, concluiu. Quem quiser acompanhar mais sobre a carreira e vida da Miss, pode segui-la no Instagram (@juliawgama).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar