Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Nutróloga explica como emagrecer no inverno pode ser mais eficiente

A nutróloga garante que emagrecer diminui a sobrecarga de trabalho de todos os órgãos do corpo, deixando-os com mais força para combater uma doença que possa parecer

Por Analice Nicolau 27/05/2022 3h00
A nutróloga garante que emagrecer diminui a sobrecarga de trabalho de todos os órgãos do corpo, deixando-os com mais força para combater uma doença que possa parecer

No tempo mais frio, o corpo gasta mais energia e se esforça mais para manter a temperatura corporal estável. Por isso, aparece aquela sensação de sentir mais fome. Mas o grande segredo está em usar isso a favor do bem estar e emagrecer nesta estação.

“Se o organismo gasta energia mais para manter o corpo aquecido, maior será a queima de calorias proporcionada pelos exercícios físicos, assim a perda de peso e redução de medidas também é maior”, explica a médica nutróloga Dra. Ana Luisa Vilela, especialista em emagrecimento da capital paulista.
 

Dra. Ana Luisa Vilela, especialista em emagrecimento da capital paulista.  

Na realidade, o inverno é a estação ideal para o início de uma dieta que, quando seguida à risca, é mais eficiente no inverno do que no verão. Isso porque ao restringir o consumo de calorias, o corpo terá que gastar combustível guardado nas gordurinhas localizadas para se manter aquecido. E se engana quem pensa que dietas podem baixar a imunidade nessa época.

A médica fala que o consumo adequado de nutrientes que misturam verduras, frutas, proteínas e carboidratos moderados, além de emagrecer e melhoram a imunidade, pois fortalecem o organismo e aumentam ainda mais a capacidade de reagir contra agentes externos de gripes, viroses e resfriados. No mais, a nutróloga garante que emagrecer diminui a sobrecarga de trabalho de todos os órgãos do corpo, deixando-os com mais força para combater uma doença que possa parecer.
 

médica fala que o consumo adequado de nutrientes que misturam verduras, frutas, proteínas e carboidratos moderados, além de emagrecer e melhoram a imunidade, pois fortalecem o organismo e aumentam ainda mais a capacidade de reagir contra agentes externos de gripes, viroses e resfriados

Para não sabotar a dieta nesses dias, a médica deixa algumas dicas:
 

-Aumente o consumo de proteínas, que demoram mais para serem metabolizadas e liberadas, assim a sensação de saciedade aumenta;

-Evite os excessos de carboidratos, pães, bolos e massas brancas;

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

-Abuse de chás que aumentam sensação de bem estar e diminuem a vontade de doces e açúcares;

-Prefira as frutas típicas desta época que ainda são ricas em vitamina C como: morangos, limão e maracujá;

-Se não dá para fugir da salada, o melhor é adaptá-la ao clima. No caso das verduras e legumes, a versão cozida aquece mais o corpo, proporcionando praticamente os mesmos benefícios. É possível também preparar sopas, cremes, omeletes e suflês com esses alimentos, sem prejudicar o sabor. Em relação às frutas, como maçã e banana, ela sugere aquecê-las no forno ou no micro-ondas e salpicar canela em pó e, se preciso, adoçante, para dar uma cara de sobremesa ao item saudável.

-Na hora de consumir chocolate, escolha a versão 70% cacau.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar