Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Marcelo Reis: empresário de sucesso é o novo Dan Brown

Empresário artístico e produtor, o profissional possui no currículo trabalhos com grandes nomes da música brasileira. Blitz e Danni Carlos são apenas alguns dos artistas que Marcelo já representou, e hoje representa George Israel e Daniel Del Sarto percorrendo palcos do Brasil e do mundo

Por Analice Nicolau 30/06/2022 9h07
Empresário artístico e produtor, o profissional possui no currículo trabalhos com grandes nomes da música brasileira. Blitz e Danni Carlos são apenas alguns dos artistas que Marcelo já representou, e hoje representa George Israel e Daniel Del Sarto percorrendo palcos do Brasil e do mundo

O mundo artístico sempre foi o grande fio condutor do trabalho de Marcelo Reis. Empresário artístico e produtor, o profissional possui no currículo trabalhos com grandes nomes da música brasileira. Blitz e Danni Carlos são apenas alguns dos artistas que Marcelo já representou, e hoje representa George Israel e Daniel Del Sarto percorrendo palcos do Brasil e do mundo. Em meio à pandemia, e com as restrições provocadas pela crise sanitária, Marcelo passou a se dedicar ainda à literatura.

O que começou como uma atividade secundária, hoje se transforma em um grande objetivo profissional de Marcelo, que se reinventa em meio à mudança do mundo. Sem, é claro, deixar de lado o que mais ama fazer: os palcos.

Assim, em 2020, Marcelo deu início aos lançamentos de seus livros. Passeando em estilos diferentes, que vão desde a realidade fantástica à poesia, as palavras do escritor vem se destacando em meio às vendas literárias no país.

Além de escritor, Marcelo Reis também é produtor musical, mas, em meio ao processo de pandemia e quarentena, a literatura ganhou mais força em sua vida.
“A literatura sempre esteve presente em minha vida. Estava em mim o desejo de lançar livros, mas isso ficava sempre adiado pelos compromissos e viagens relacionadas ao meu trabalho como empresário. Com a paralisação do mercado de entretenimento durante a pandemia, consegui voltar a atenção para esta grande paixão, que é a escrita, e colocar para fora uma grande produção.”, conta.

“Amo meu trabalho com a música, assim como amo a literatura, na qual sei que ainda tenho que percorrer um longo caminho. Meu intuito é ter um reconhecimento como um profissional multicultural, que escreve, atua como empresário, compositor, promove eventos e transita pelos diversos campos da criatividade artística.”, completa.

A escrita foi algo que surgiu muito cedo na vida do escritor. Sempre apaixonado por livros, Marcelo Reis navegava no universo literário e tinha sempre o hábito de escrever.

“A literatura surgiu muito cedo. Quando bem pequeno, ainda sem saber ler, minha tia lia quadrinhos e fábulas para mim. Isso me estimulou a querer ler logo. Assim que aprendi não parei mais. Fui me apaixonando por todos os tipos de histórias e livros, descobrindo autores e logo depois desenvolvendo o hábito de também escrever. Misturo em minhas narrativas e poemas a realidade com a fantasia, a fim de instigar e provocar o leitor sobre os limites de ambas. Meu universo literário finca o pé no Surrealismo, trazendo à tona as vivências de beleza e caos, que permeiam as nossas vidas. Uma amostra da trajetória humana traduzida em poesias, contos, crônicas e histórias, que refletem o mais belo e o mais terrível do viver. Adoro os clássicos de distopia e aí coloco como influências: George Orwell, Aldhous Huxley, Ray Bradburry. Dan Brown e Sthepen King também permeiam meu estilo e são grandes inspirações.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sobre seu estilo literário, Marcelo Reis conta: “Como sou amante de quadrinhos, livros de distopia, filmes e seriados de ficção, me fixei como pesquisador de mundos alternativos, lendas ocultas e histórias fantásticas, bem como poeta. Na prosa eu sempre penso em um tema a partir de uma pergunta: “e se um homem nascesse azul?” “e se a música acabasse no mundo?”. A partir daí desenvolvo as histórias e inspirado por escritores como Dan Brown e John Grisham adoro trazer elementos da realidade e da minha vivência para conjuga-los junto coma ficção. Já na poesia trabalho muito com o conceito da dualidade, que permeia a existência humana: a vida e a morte, o amor e o ódio, a felicidade e a dor… Tem algumas coisas que me motivam muito: a primeira é estabelecer uma conexão com pessoas que nunca vi na vida através dos livros e levar a elas divertimento, reflexão e cultura. A segunda é deixar um legado que pode atravessar gerações. É uma forma de perpetuar a existência.”

Destaque na Amazon

Recentemente, Marcelo Reis ganhou um posto de destaque na Amazon com seu trabalho. O escritor também fala sobre como vê o mercado de livros digitais atualmente.

“O mercado de livros digitais cresce cada vez mais. O Kindle, os serviços de assinaturas de livros, tudo isso já é uma grande realidade. Não acredito na substituição do livro físico, mas é fato que mídia digital permite um grande acesso, além do baixo custo.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Novidades

O segundo semestre vem chegando cheio de novidades do escritor.

“Este ano, para o segundo semestre, lançarei mais um livro de poemas, completando uma trilogia com dois outros já lançados. Das poesias haverá link com composições e terei músicas nas plataformas digitais com o projeto Malak e Tak com o produtor musical Clower Curtis, além de parcerias com George Israel, Gui Schwab e Alec Haiat. Também no segundo semestre farei meu primeiro lançamento físico junto com o digital (via LD5). Trabalho com afinco há mais de um ano nesta publicação e pretendo com ela alcançar um novo público, além de fazer lançamentos presenciais pelo Brasil afora.Por último, trabalho em roteiros para que alguns dos livros se tornem produtos para a TV. Será a realização de um grande sonho ver a obra também no formato visual.”, conta Marcelo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar