Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Fundo Vozes Negras do YouTube anuncia 35 criadores brasileiros selecionados para 2022

Iniciativa vai apoiar 135 YouTubers no mundo todo, que receberão recursos para investir em produção de conteúdo em seus canais

Por Analice Nicolau 28/01/2022 11h00
Iniciativa vai apoiar 135 YouTubers no mundo todo, que receberão recursos para investir em produção de conteúdo em seus canais

O Fundo Vozes Negras do YouTube anuncia hoje 135 criadores do mundo todo – sendo 35 brasileiros – que farão parte da Turma 2022 da iniciativa, e receberão recursos para a produção de conteúdo em seus canais. Além do Brasil, os selecionados são da África do Sul, Canadá, Estados Unidos, Nigéria, Quênia e Reino Unido.

Entre os brasileiros contemplados estão nomes como Rao TVGabriela LoranCanal do ZéKamille RamosoCastrinNa Rédea Curta e Hawk. São criadores dos mais diversos estilos que falam sobre beleza, esportes, games, educação, literatura, comédia entre outros temas.

“Nossa comunidade do YouTube Black está repleta de pessoas criativas, apaixonadas, talentosas, brilhantes e motivadas. Temos a honra de dar a esses criadores recursos para continuarem a expandir suas vozes. Queremos apresentar novas narrativas que enfatizem o poder intelectual, autenticidade, dignidade e alegria das vozes negras. Além disso, queremos educar o público sobre justiça racial, ao mesmo tempo em que ajudamos criadores e artistas negros a construirem carreiras prósperas e sustentáveis no YouTube”, diz Bibiana Leite, diretora de desenvolvimento de parcerias de conteúdo no YouTube e líder do YouTube Black no Brasil.

Como funciona

Nos próximos meses o YouTube trabalhará em estreita colaboração com os criadores para ajudá-los a prosperar na plataforma. Isso incluirá suporte dedicado do YouTube e um valor para investir na estrutura do canal.

Os selecionados também participarão de programas de networking e treinamentos personalizados da Incubadora de Criadores do YouTube, que conta com workshops virtuais para ajudar em produções e na administração do negócio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar