Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Escola digital de empreendedorismo cresce mais de 200% e fatura R$3 milhões

A BiUP, Escola de Educação Empreendedora, foi fundada em 2020

Por Analice Nicolau 26/01/2022 10h00
A BiUP, Escola de Educação Empreendedora, foi fundada em 2020

A pandemia foi o momento em que muitas empresas fecharam, mas em contrapartida vários novos negócios surgiram. Enquanto as pessoas estavam em casa, elas fizeram empresas on-line ou até criaram a base para lançar o negócio dos sonhos alguns meses depois. No intuito de ajudar esses novos empreendedores, Victor Rocha, de 39 anos, fundou a BiUP, Escola de Educação Empreendedora.

Com mais de 10 anos dedicados à expansão de uma rede de franquias nacional, Victor sentiu no coração a vontade de ajudar empresários que estão começando o próprio negócio. Sabendo que nem tudo dá certo, caso não seja feito o preparo necessário, ele fundou a BiUP, que tem ajudado milhares de empreendedores.

“Se o médico estuda anos e anos antes de entrar em um centro cirúrgico, o engenheiro estuda anos e anos para construir um prédio que não caia, o empreendedor começa seu negócio da noite pro dia e fecha em menos de 5 anos”, explica Victor.

O empreendedor acertou em cheio na criação porque no ano de 2021 a BiUP cresceu mais de 200% e faturou R$3 milhões. Para 2020, o objetivo de Victor é faturar R$5 milhões e ajudar ainda mais brasileiros a prosperar. “Existe muito espaço para crescer no que se refere a educação empreendedora, porque o brasileiro é empreendedor nato”.

A escola é totalmente on-line e possui mais de 80 cursos de hard skills e soft skills com foco na carreira empreendedora. Entre os 80 cursos, é possível encontrar aulas sobre construção de plano de negócios, liderança e gestão de pessoas, vendas e marketing digital, inteligência emocional, entre muitos outros.








Você pode gostar