Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Gilberto Amaral

A revolução por dentro

Por Arquivo Geral 01/12/2017 7h00

Foi das mais prestigiadas a noite de lançamento do livro “A Revolução por Dentro”, do saudoso amigo coronel Hernani d’Aguiar, que movimentou o Clube do Rocha. A sessão de autógrafos foi aberta com o Hino Nacional, na voz de Carol Melo, e embalada por músicas da década de 60, relembrando a época.

O autor

O coronel Hernani d’Aguiar foi o criador da Assessoria Especial de Relações Públicas da Presidência da República e responsável por uma série de campanhas que enalteceram a imagem do nosso país durante o governo de seu amigo e presidente Costa e Silva.

A obra

A Revolução por Dentro foi lançado em 1976. Entretanto, na época, o lançamento não teve repercussão por se tratar de relatos muito polêmicos e precisos sobre os bastidores da Revolução. O coronel Hernani d’Aguiar, na ocasião da Revolução de 64, era major da Escola de Comando e Estado Maior. A ECEME foi a grande caixa de ressonância da Revolução. O, então major, teve a missão de relatar as atividades revolucionárias de toda a Eceme. D’Aguiar sabia muito. Tentou fortemente se manter imparcial se atendo aos fatos, e sempre procurou a verdade. Do meio para o final do livro acaba deixando seu espírito revolucionário falar mais alto. Ainda assim, divide conosco matérias de jornais da época, críticas a determinados posicionamentos do regime militar e dados que deixam claras as grandes melhoras socioeconômicas que ocorreram entre 64 e 66, como em relação a quantidade de moradias construídas e à escolaridade.

A deputada Cristiane Brasil e a neta do autor, Renata d’Aguiar, foram as responsáveis por essa valiosa reedição.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar