Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Aeroporto de Brasília já não tem combustível para abastecer aviões

Publicado

em

Publicidade

O protesto dos caminhoneiros, que acontece em todo o Brasil desde segunda-feira (23), provocou impacto ainda maior no Aeroporto de Brasília. Segundo a concessionária Inframerica, que administra o terminal aéreo, não há combustível suficiente para a operação regular do aeroporto.

Por causa disso, a concessionária teve de tomar uma decisão drástica. Em reunião na tarde desta quarta-feira (23), a Inframerica, as companhias aéreas, empresas de fornecimento de combustível e os órgãos responsáveis decidiram que só pousarão no Aeroporto de Brasília as aeronaves que tiverem a capacidade de decolar sem precisar abastecer no terminal brasiliense.

Segundo a administradora, a frota de caminhões que fornece o Querosene de Aviação (QAV) está retida no entorno do Distrito Federal por conta dos protestos dos caminhoneiros. “É fundamental a liberação dos caminhões para normalizar o atendimento no aeródromo”, declarou a Inframerica em nota.

O Aeroporto de Brasília é o terceiro mais movimentado do País, além de ser um dos maiores centros de conexão.

Publicidade

A concessionária também orientou os passageiros para buscarem informações sobre a situação dos voos com as companhias aéreas. Até as 17h de hoje, não houve registros de atrasos ou cancelamentos por causa da falta de combustível.


Você pode gostar
Publicidade